Projetos do DR6
 Básicos
     - Caça Tesouro
     - O Universo
     - Asteróides
     - Tipos de Estrelas
     - Cor
     - Galáxias
 Avançados
 Desafios
 Para Crianças
 Jogos e Competições
 Links para Outros
Tipos de Estrelas
 Classificando
 Linhas Espectrais
 Identificando
 Outros Tipos
 Outros Projetos
 Seus Resultados
Estrelas observadas
pela câmera do SDSS

Tipos de Estrelas

Quando astrônomos olham para o céu com seus telescópios, vêem bilhões de estrelas. Como eles estudam todas essas estrelas? Como as classificam em tipos e como conseguem dizer quais tipos são comuns e quais são raros? E o mais importante, como eles utilizam os tipos de estrelas que observam para aprender sobre elas?

A única informação que temos sobre uma estrela é a sua luz, que a gente observa aqui na Terra. Nenhuma estrela é exatamente igual a outra, portanto é de se esperar que pudéssemos discerní-las através de um exame cuidadoso da luz que chega até nós.

As "Impressões Digitais" das Estrelas

A melhor ferramenta que temos para estudar a luz de uma estrela é o espectro dela. Um espectro de uma estrela é como sua impressão digital. Assim como cada pessoa possui impressões digitais únicas, cada estrela tem um espectro único. Espectros podem ser utilizados para diferenciar duas estrelas, mas também podem o que duas estrelas têm em comum.

O espectro de uma estrela é parecido com o espectro de cores visto em arco-íris. Estrelas emitem luz em uma variedade de cores diferentes. O espectro da luz visível - o espectro que você vê em um arco-íris - é mostrado abaixo.

O comprimento de onda da luz determina sua cor. O comprimento de onde no espectro acima é medido em unidades chamadas The wavelength of light determines its color. The wavelength on the spectrum above is measured in units called Angstroms; 1 Angstrom = 0.0000000001 metros ou 1 x 10-10 metros.

Estrelas não emitem a mesma quantidade de luz em todo comprimento de onda. Se você fizer um gráfico do tipo arco-íris como o mostrado acima para uma estrela, algumas partes do gráfico serão muito mais brilhantes que outras. Cientistas utilizaram gráficos do tipo arco-írispor muitos anos; mas nos últimos 20 anos, começaram a usar um gráfico x-y para mostrar o espectro de uma estrela. O eixo x mostra o comprimento de onda da luz. O eixo y mostra quão brilhante é a luz nesse comprimento de onda. Hoje em dia, quando astrônomos dizem "espectro", geralmente se referem a esse gráfico x-y.

Um espectro típico de uma estrela tem um monte de picos e vales. Um espectro típico de uma estrela está mostrado abaixo.

 

Clique na imagem para visualizá-la em tamanho maior

Muitos desses picos e vales possuem legendas. Você pode reconhecer algumas dessas legendas como símbolos de elementos químicos. Cada estrela tem um conjunto diferente de picos e vales que podem ser utilizados para dividir as estrelas em diferentes "tipos espectrais".

Os tipos espectrais que os astrônomos utilizam são dados pelas letras O, B, A, F, G, K, M (e existem alguns novos tipos espectrais que tem sido adicionados nos últimos anos... mais informações sobre isso serão dadas mais adiante!) Por exemplo, nosso Sol é uma estrela do tipo G.

Antes de você saber o que essas letras significam, veja se consegue desenvolver o seu próprio sistema de classificação de estrelas baseado nos espectros.